quinta-feira, 12 de março de 2009

de um diálogo que jamais acontecerá

Olá. Vim buscar suas ilusões.
Seja bem-vindo. Estão todas ali naquele saco.

Muito obrigado.
Disponha.

Mas bem... sobrou uma... posso ficar?
Fique a vontade.

Afogando cartas de madrugada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário